Nunca tive disto.
Bem, já pensaste como a vida é tão longa? Com em 17 anos podes passar por muito mais do que alguém, com 20 ou até mesmo 30 anos? Mas não queiras comparar o que um já fez ou passou, pois a vida das pessoas não se compara nem deve ser motivo de conversa. Por vezes penso na vida dos meus avós. Como era tudo diferente e o romance deles? Aquele que hoje já não se encontra, aquele amor que eles sentiam um pelo outro, pois não precisavam de palavras para dizer o que sentiam, pois os olhos são espelho da alma quando se esta apaixonado. É mesmo uma sensação única, o teu coração dispara quando vês aquela pessoa e a roupa? A roupa vais escolher sempre a mais bonita para a/o agradares. Varias pessoas vão tentar estragar a tua relação, mas quando se ama nada nem ninguém irá estragar isso mas, quando não se ama o suficiente, entra a 'traição'.

Hoje olho para a minha mãe e vejo bem o que ela já passou. Esta a sofrer. Quando estava gravida da minha irmã, tu trabalhavas a noite. Mais tarde descobriu que tu a tinhas traído. Deixavas-a noites e noites grávida sozinha em casa. Eu olho para a minha mãe como uma grande mulher, como todo o meu orgulho. Ela deixou tudo para cuidar de mim, e da minha irmã para me dar comida e de vestir. A minha irmã? Mal fez os 16 anos foi trabalhar para ajudar as coisas cá em casa. E eu? Eu quando fiz 16 anos também quis ir trabalhar, sabes porque não fui? Porque não era preciso. Porque o meu avo disse que ajudava e que nos apoiava e não queria que eu estivesse a trabalhar e a estudar. Eu jamais irei deixar ou julgar a minha Mãe e Irmã. Porque são com os nossos erros que nós aprendemos. Quando olho para a minha mãe faz-me lembrar as histórias de algumas adolescentes em que o namorado as tratam mal, e que quando sabem que a namorada esta grávida afastam-se, achas isto normal? Deixar a tua mulher grávida da tua filha e 3 anos depois do filho (eu). E quando eu cresci, comecei a perguntar varias vezes por ti. Como achas que a mãe ficava, ao saber que trabalhavas de noite e durante o dia não ponhas os pés em casa nem que fosse apenas para dizer algo aos teus filhos. Quando comecei a crescer vi que o meu pai não ia estar comigo, e que quando fosse a uma visita de estudo e não tinha um pai a quem dizer 'adeus' pela janela. Como achas que eu ficava quando comecei a crescer e tu me dizias que a tarde ias sair comigo para ires jogar a bola comigo, e quando voltava a sala para dizer que estava pronto tu estavas a dormir, ou já tinhas saído? Ainda hoje já apenas faltando pouco tampo para fazer os 18 anos, como é que achas que eu me sinto por dentro quando vejo miúdos novos a jogar a bola com os pais? Como é que achas que eu me sinto quando quero escrever e falar tudo, e não posso porque serei julgado, e terão pena? Como é que achas que me sinto por tu seres o motivo por nós termos mudado de casa, e eu ficar a viver longe de quem amo, não imaginas como me sinto, nem tu, nem ninguém, mas também nunca irei explicar.

Sabes a mim ensinaram-me a olhar para a vida e perceber que o meu sorriso pode ser o motivo da felicidade de outra pessoa.

Eu tenho um pai senão não existia, mas nunca senti que tinha um pai. Nunca tive alguém que me pusesse sentado nos seus ombros que brincasse comigo na praia e não só. Hoje falo disso mas como se nada fosse, mas na verdade? Na verdade isto magoa-me um bocado e sabes porque? Porque nunca tive a experiência de alguém que brincasse comigo constantemente ter alguém que me desse a mão na rua. Que me chamasse de filho. Que fez isso tudo foi a Mãe, sabes por vezes penso em como gostava que não fosse só ela, mas sim tu.
Sabes, a pouco tempo uma pessoa disse-me que eu tinha inveja por não ter um pai em casa. E a verdade é que eu tenho um pai em casa, mas não age como tal e eu simplesmente tive de ouvir e calar porque os fortes tem de olhar cá para dentro.

Quando disse que queria mesmo ser Pai, e fazer tudo o com o meu filho/a o que não tive, começaste-me a julgar e eu sinceramente só te tenho uma coisa para dizer:
Não julgues os outros a não ser que sejas um bom exemplo.



(Amanhã irei responder a comentários dos post anterior, e desde já peço desculpa pela demora)

3 comentários:

  1. Olá, mudei de link, aqui está o novo link caso não encontres o meu blog:
    http://putdowntheknifelittlefighter.blogspot.pt/

    (POR FAVOR, APAGA ESTE COMENTÁRIO.)

    ResponderEliminar
  2. Tenho 17 anos .. como tu .. e todos os dias penso na minha vida, como será o futuro..e sabes o que me disseram que significa isso? que somos crescidos a medida de todos os outros que nao pensam;
    Deves te orgulhar da alma que tens!

    um beijinho,
    esperando opinião,
    pensando com arte.

    ResponderEliminar